Como ter um relacionamento amoroso produtivo através do Coaching?

Na semana dos namorados e o momento ideal para se falar de 4 pontos importantes para o seu relacionamento amoroso. Seja porque você está conhecendo alguém melhor, ou já são namorados, recém-casados, ou casados por um bom tempo. 

Todo relacionamento precisa de cuidados, e esse cuidado tem a medida certa. Se for pouco, pode parecer falta de envolvimento, paixão ou até amor com o outro. Se for demais, pode parecer ciúmes desregrados ou a falta de confiança no outro, resultando assim em um relacionamento sufocante.

Dentre todos os nichos que um coach pode trabalhar, também está o coaching de relacionamento.  Todavia, independentemente do nicho a atender, todo e qualquer processo de coaching começa por uma descoberta de um foco, do foco descoberto inicia-se um processo de autoconhecimento,  que é necessário para se descobrir o sistema funcional do coachee, facilitando assim a próxima etapa que é planejamento e ação para andar em direção do objetivo final, a razão pelo qual o coachee decidiu passar por um processo de coaching. E por último, algo que garante transformações constantes pós processo de coaching, a melhoria contínua.

E como aplicar os passos do coaching para ter um relacionamento produtivo?

1 – Foco no relacionRelacionamentos positivosamento

Primeiramente, se você estiver passando por qualquer dificuldade no seu relacionamento – e esse relacionamento ser algo importante em sua vida – você precisa ter como prioridade a solução dessas dificuldades, colocando o seu relacionamento amoroso como foco.

Isso não significa deixar de lado todas as outras vertentes da sua vida para viver apenas em função do seu relacionamento amoroso. Isso significa que por um determinado momento você deve sim dar atenção a ele de forma perene, mesmo que por alguns minutos do seu dia.

2 – Autoconhecimento dos seus sentimentos

Um relacionamento acontece através de sentimentos, e se você não consegue entender os seus, a probabilidade de confusão em algum momento é inevitável. Por isso, busque sempre entender o que você está sentindo e ultrapasse a barreira do seu sentimento para entender também o que o outro está sentindo. O sucesso de todo e qualquer relacionamento e respeitar o que você sente, e também o que o outro está sentindo. Esse é o segredo para qualquer relacionamento, não necessariamente o relacionamento amoroso.

3 – Tenha cumplicidade no planejamento e nas ações

Cumplicidade é primordial em qualquer relacionamento. O casal pode ter planos diferentes, planos que podem não incluir o outro diretamente, mas é essencial que um tenha conhecimento do plano do outro e que concordem e se apóiem em suas ações.

Mas como pode o plano de um não incluir o outro se estão em um relacionamento?  Esse planejamento pode ser desde fazer uma viagem, comprar um carro, iniciar uma faculdade    até pedir demissão de um emprego, ou mudar de um estado para o outro. Enfim, qualquer plano de ação que o outro será impactado também, mesmo que seja indiretamente.

4 – Melhoria continua no amor

Esse é o segredo da durabilidade do relacionamento.  Sempre há como melhorar, seja com ações individuais, ou com ações em casal.  De tempos em tempos, tenha sim a famosa DR –Discussão da relação – tendo como discussão o que pode ser melhorado.  Essa conversa só será produtiva se um souber ouvir o outro sem julgamentos, e como já mencionado nesse texto, se colocando no lugar do outro e entendendo suas razões por agir de determinada maneira.

Se você está iniciando um relacionamento agora, ou já está em um relacionamento há algum tempo, mas acha que pode melhorar, use esse texto como base de uma nova fase para o seu relacionamento amoroso, e comece a agir facilitando assim a sua convivência com quem ama.

Postado em Coach, Coaching, Produtividade, relacionamento amoroso, Vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>